Bella
Naquele dia que você não estiver procurando por ninguém, naquele dia que você não ia sair de casa e acabou colocando a primeira roupa que viu pela frente, quando você não estiver procurando, você vai achar aquela pessoa que faz você sentir que poderia parar de procurar... ♥
  • Parando pra refletir… pensei por um momento, que escrever um romance é como viver uma vida, tantos detalhes, e tantas emoções que você tem que passar para o leitor, e pra você mesmo, (porque é meio “impossível” você não sentir a emoção que a aquele personagem esta passando no momento), e aquele escritor que tem 3,4 ou ate 7 livros de romance, histórias completamente diferentes, mas com a mesma base o AMOR, como deve ser a cabeça dele?! Uma loucura… Imagino… Eu como leitora e apaixonada por romance já ficou quase louca. É curioso como você quer acabar aquele livro logo, e ao mesmo tempo você queria que ele durasse a eternidade… Mas o bom de ler livros é isso, você vive varias vidas, vários romances e ainda desfruta da sua curiosa imaginação, creio eu que seja isso!

    ”…acabei compreendendo que o destino pode ferir alguém, assim como pode abençoa-lo…” ( Uma carta de amor - Sparks, N.)

  • Um pouco de romance nas minhas noites… #umacartadeamor #sparks #5dias

  • "Confesso que ando muito cansado, sabe? Mas um cansaço diferente… Um cansaço de não querer mais reclamar, de não querer pedir, de não fazer nada, de deixar as coisas acontecerem."
    Caio Fernando Abreu. (via quase-heroi)

    (Fonte: getttttttttt, via quase-heroi)

    • 35898
  • "Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos. Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram. Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir. Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi. Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto. Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir. Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam. Já tive crises de riso quando não podia. Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva. Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse. Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar. Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros. Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros. Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz. Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava. Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade. Já tive medo do escuro, hoje no escuro “me acho, me agacho, fico ali”. Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais. Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava. Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda. Já chamei pessoas próximas de “amigo” e descobri que não eram. Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim. Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre. Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração. Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre. Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes. Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer: E daí? Eu adoro voar."
    Clarice Lispector. (via quase-heroi)

    (Fonte: cadjuvar, via quase-heroi)

    • 17245
  • "Se você gosta pelo físico, é desejo. Pela inteligência, é admiração. Pelo dinheiro, é interesse. Mas se você não sabe o por que, é amor."
    Desconhecido.  (via separadoss)

    (Fonte: delete-you, via separadoss)

    • 10918
  • "(…) existo, e pronto. E o aborrecimento com a existência é tão vago, tão metafísico, que tenho vergonha dele."
    Jean-Paul Sartre, A Náusea (1938)  (via indubio)

    (Fonte: homo-infimus, via indubio)

    • 86
  • (Fonte: moan-s, via moan-s)

    • 11721
    • 11721
  • "It was unbearable. The whole thing. Every second worse than the last. I just kept thinking about calling him, wondering what would happen, if anyone would answer. In the last weeks, we’d been reduced to spending our time together in recollection, but that was not nothing: The pleasure of remembering had been taken from me, because there was no longer anyone to remember with. It felt like losing your co-rememberer meant losing the memory itself, as if the things we’d done were less real and important than they had been hours before."

    On July 2nd Augustus Waters died.

    (Fonte: hazelancester, via poetas-suicidas)

    • 10848
    • 10848
  • "Amar vai além de palavras. O amor se baseia em atos, atitudes. É ficar em pé e deixar o outro sentar naquela única cadeira vazia. E mais que isso, é ficar ali perto. É olhar aqueles olhos castanhos que pede abrigo, e você doar o seu peito pra que ele faça morada, mesmo com aquele medo que ele entre e bagunce tudo. É querer ficar, mesmo quando te dão motivos para ir embora. É querer ouvir a voz, tocar as mãos, sentir o cheiro. É muito mais que aquelas três palavrinhas. É sorrir com os olhos, abraçar com o corpo, falar com o coração. Permanecer quando é hora de ir, gritar quando é hora de fazer silêncio. Amor é não ter vergonha, é sempre ter um espaço pro outro, é saber dividir. É ter ciúmes, vontades, exageros e lágrimas. Amar é ficar sem jeito quando te elogiam, é querer cuidar, é acreditar. Amor é o que fica, é o que dura, o que eterniza. Amor é um sentimento com tantos significados, que você não sabe como descrever, mas sabe que quer sentir."
    Eternismo.   (via acerejais)

    (Fonte: eternismo, via acerejais)

    • 6348
  • "Tudo é uma questão de humor e de atitude: mude. Deixe de colocar sua felicidade na mão dos outros."
    Martha Medeiros.  (via auroriar)

    (via auroriar)

    • 51979
  • "— Garçom, que dose de mentira você tem?
    — Temos: Eu te amo, nunca vou te deixar, eu quero você comigo, sinto saudades e também temos uma que anda saindo bastante: “Pode confiar em mim”.
    — Ah… Manda todas que hoje eu quero me iludir."
    Tati Bernardi.  (via auroriar)

    (Fonte: romantizar, via auroriar)

    • 45249
  • "Deus,
    peço toda
    noite a calmaria
    dentro de mim."
    João.   (via lettres-a-paris)

    (Fonte: racionador, via minhas-in-diretas)

    • 10945